Adolescentes do Case Abreu e Lima participam de curso de artesanato em couro ministrado pelo Senar-PE

Durante cinco dias os adolescentes aprenderam a fazer cinto, chaveiro, pulseira e carteira de moeda 

Foto de divulgação: J. Damião/Funase

Por meio de uma parceria firmada com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural em Pernambuco (Senar-PE), adolescentes do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) Abreu e Lima participaram do curso de Artesanato em Couro. Interessados em aprender e usar esse conhecimento para mudar o futuro, os jovens aproveitaram a oportunidade.

Ministrado pelo instrutor Fausto Ribeiro Sobral, que vê em iniciativas como essa uma importante ponte para mudança de vida, o curso teve duração de 40 horas aula e foi adaptado para atender às necessidades dos adolescentes e assim gerar mais interesse entre eles.

“Trabalhamos com ferramentas manuais, com técnicas simples de serem assimiladas, entre elas a costura manual. Eles aprenderam a fazer cinto, chaveiro, pulseira e carteira de moeda. Vimos nesse curso muito potencial dos adolescentes, que podem usar esse conhecimento para buscar uma profissionalização nessa área.”, enfatizou o instrutor Fausto Ribeiro.

Durante cinco dias, os alunos aprenderam a construir moldes e desenhos, além de métodos de corte, aplicaram técnicas, construíram e fizeram acabamento das peças. Também tiveram noção de comercialização do material produzido e foram introduzidos à história do artesanato em couro.

“O curso trouxe para eles também a importância da interação em grupo. Iniciativas como essa são muito importantes no trabalho socioeducativo. Todos os participantes receberam um certificado, que vai ajudá-los no processo de reinserção na sociedade”, destaca a coordenadora geral do Case Abreu e Lima, Brenda Pitanga.


informações: Assessoria de Comunicação da Funase

Deixe uma resposta