Lei Seca vai intensificar fiscalização durante a mobilização do Maio Amarelo

A Operação vai realizar 210 bloqueios de fiscalização itinerante, nas cidades do Recife, Garanhuns, Limoeiro, Palmares, Caruaru, Petrolina, Serra Talhada e Goiana.

Além do reforço na fiscalização, ações educativas foram anunciadas. Foto: OLS/Divulgação (Além do reforço na fiscalização, ações educativas foram anunciadas. Foto: OLS/Divulgação)
Além do reforço na fiscalização, ações educativas foram anunciadas. Foto: OLS/Divulgação (Além do reforço na fiscalização, ações educativas foram anunciadas. Foto: OLS/Divulgação)
O movimento Maio Amarelo, que busca chamar a atenção da sociedade para o alto índice de acidentes de trânsito, contará também com a participação da Operação Lei seca (OLS). Como parte das ações, a Operação vai realizar 210 bloqueios de fiscalização itinerante, nas cidades do Recife, Limoeiro, Palmares, Caruaru, Garanhuns, Petrolina, Serra Talhada e Goiana.
Além do reforço na fiscalização, ações educativas em escolas estaduais, municipais, parques, terminais integrados de ônibus, bares, passeios ciclísticos e encontros de motociclistas também foram anunciadas.
Atenção a motociclistas
de acordo com a Secretaria de Saúde, em 2016, as 17 unidades sentinelas do Estado atenderam 37.275 vítimas de acidentados de transporte terrestre ocorridos em Pernambuco, sendo 27.693 deles envolvendo motociclistas, ou seja, 74% do número. De janeiro a março de 2017, foram 10.423 acidentados, sendo 7.665 deles motociclistas (73,5%).
Além da programação desenvolvida pela OLS, os Comitês Regionais de Prevenção aos Acidentes de Motos, instalados em cada uma das 12 Gerências Regionais de Saúde (Geres), terão atividades voltadas para conscientização e educação no trânsito. A proposta é que sejam promovidos seminários e fóruns em cada uma das cidades, envolvendo poder público e sociedade civil.

Fontes:

Diario de Pernambuco

Deixe uma resposta