PRF reforça fiscalização em rodovias federais durante a Semana Santa

Além da diminuição do número e letalidade dos acidentes, a operação vai garantir a segurança e fluidez do trânsito aos usuários das rodovias federais

As ações da PRF levam em consideração análise de dados estatísticos com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes graves

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa à zero hora da próxima quinta-feira (13) a Operação Semana Santa com reforço do policiamento nas rodovias federais do País. As ações vão até a meia-noite de domingo (16) com o intuito de reforçar a fiscalização nos trechos com maiores índices de acidentes, de acordo com estatísticas do Órgão.

A operação visa, além da diminuição do número e letalidade dos acidentes, garantir segurança e fluidez do trânsito aos usuários das rodovias federais e contará com atividades para diminuir a incidência de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, ao uso irregular  de motocicletas, às ultrapassagens indevidas e à alcoolemia ao volante, inclusive com o apoio da Operação Lei Seca.

Em Pernambuco, o reforço na fiscalização acontece nas BRs 232 e 104, que levam ao Agreste do estado, e nas BRs 101 Norte e Sul, que levam ao litoral pernambucano e a outros estados. Por se tratar de um feriado religioso, muitas pessoas viajam para se reunir com a família e acompanhar as festividades, principalmente nos municípios de Gravatá, Caruaru e Fazenda Nova.

Também serão realizadas ações operacionais direcionadas para o enfrentamento à criminalidade, com o apoio do Núcleo de Operações Especiais e dos grupos de Patrulhamento Tático e de Motociclismo da PRF. Além disso, o helicóptero da Base de Operações Aéreas também será acionado em parceria com equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para realizar resgates aeromédicos e acompanhar a operação.

Os planejamentos para as ações da PRF fazem parte da Década de Ação pela Segurança no Trânsito  2011 – 20202, lançada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e que o Brasil se comprometeu a adotar medidas para reduzir a violência no trânsito. O Brasil, assim como os demais países signatários das medidas da ONU, estipulou uma meta de redução de 50% das mortes no trânsito na década 2011-2020.

Esse planejamento levou em consideração a análise de dados estatísticos com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes graves, ou seja, acidentes que resultem em vítima fatal ou vítima ferida gravemente. A análise permitirá a otimização dos recursos humanos e materiais da instituição, focando a fiscalização em pontos e horários críticos para coibir comportamentos de risco como: ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura fatal de álcool e direção.

Fiscalização – Durante os quatro dias de operação, a PRF fará fiscalizações de motocicletas, com foco nas infrações que potencializam a ocorrência de acidentes e sua gravidade como uso e regularidade do capacete, equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e habilitação.

Policiais rodoviários federais também reforçarão as fiscalizações de ultrapassagens forçadas ou proibidas, além de conferir se os motoristas estão utilizando o cinto de segurança e os dispositivos adequados para o transporte seguro de crianças.

Educação para o trânsito – Além do patrulhamento ostensivo, a PRF também promoverá ações educativas buscando sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em alguns postos, o condutor e os passageiros serão  convidados a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os participantes  têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

Restrição de tráfego – A PRF restringiu o tráfego de alguns tipos de combinações de veículos, em razão da segurança para os demais veículos em momentos de ultrapassagens, já que dificultam estas manobras. Assim, o tráfego de Combinações de Veículos de Cargas (CVC), portadores de Autorização Especial de Trânsito (AET), de Combinações de Transporte de Veículos (CTV) e Combinações de Transporte de Veículos e Cargas Paletizadas (CTVP), portando ou não a AET, bem como o trânsito dos demais veículos portadores de AET será restrito nos trechos de pista simples em determinados dias e horários.

A restrição visa aumentar a fluidez do trânsito nas rodovias de pista simples, maior parte da malha viária nacional, com exceção dos estados do Acre, Amazonas, Roraima e Rondônia.

A restrição ocorre nos dias e horários de maior movimento:

Quinta-feira (13): das 16h às 22h

Sexta-feira (14): das 06 às 12h

Domingo (16): das 16h às 22h

Dicas de trânsito – A PRF recomenda algumas condutas para a realização de uma viagem segura:

– Lembre-se que os faróis ligados são obrigatórios em rodovias, durante o dia e a noite;
– Faça uma revisão atenta no veículo antes de viajar. Verifique principalmente pneus (inclusive o estepe), palhetas dos limpadores de para-brisa e itens de iluminação e sinalização;
– Planeje a viagem, lembre-se de programar paradas em locais adequados para alimentação, abastecimento e descanso;
– Mantenha a atenção na rodovia;
– Respeite a sinalização e os limites de velocidade, eles existem para proteger a sua vida;
– Não ligue o pisca alerta com o veículo em movimento. Isso pode confundir os outros motoristas e causar um acidente;
– Aumente a distância do veículo à frente e diminua a velocidade.


Com informações:

Deixe uma resposta