Prova do Enem será adiada para mais de 190.000 Candidatos


aajhbek

O Ministério da Educação anunciou que 191 494 candidatos do Enem terão que realizar as provas em dias diferentes dos demais, por estarem designados para fazer o exame em escolas ocupadas por estudantes. A nova data, para eles, é 3 e 4 de dezembro. Todos os afetados serão avisados por mensagem de texto que começam a ser enviadas nesta terça-feira à noite. Os novos locais ainda não estão definidos.

A lista completa das escolas ocupadas também estará no site do Inep a partir das 18h. São 304 colégios em 126 municípios de dezenove estados e no Distrito Federal, ocupados por alunos que protestam contra a PEC do teto de gastos federais e a reforma do ensino médio por medida provisória. Os demais candidatos – mais de 8 milhões – farão o exame nos dias 5 e 6 de novembro, como estava programado.

O MEC informou que, mesmo que alguma das 304 escolas venha a ser desocupada, não haveria mais tempo hábil de realizar a exame, por questão de segurança. “Lamentamos profundamente a ansiedade que esses jovens ainda manterão, esperando para realizar a prova”, disse Maria Inês Fini, presidente do Inep, órgão responsável pela organização do Enem.

Apesar do adiamento, todos os resultados serão divulgados em 19 de janeiro, como estava programado. “Os benefícios que os resultados do Enem trazem para o aluno, como a inscrição no Sisu, Prouni e Fies, estão assegurados”, garantiu Maria Inês. A nova prova já foi elaborada e o custo da operação ainda está sendo calculado. “Lamentavelmente o governo federal vai arcar com esses custos”, acrescentou.


FONTES: Msn.com

Deixe uma resposta