Temer comemora aprovação da PEC e minimiza placar menor

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira a aprovação da PEC que estabelece um limite para os gastos públicos

O presidente Michel Temer afirmou nesta terça-feira que a aprovação pelo Congresso da PEC que estabelece um limite para os gastos públicos representa uma vitória extraordinária, e que o número menor de senadores a favor da proposta no segundo turno se deveu a uma mudança no horário da votação, e não por queda no apoio ao governo.

A PEC que estabelece teto para o crescimento das despesas públicas por vinte anos foi aprovada nesta terça-feira em segundo turno no Senado com 53 votos favoráveis e 16 contrários, numa sessão com menor presença de senadores e que demandava mínimo de 49 votos para aprovação. Na votação em 1º turno, foram 61 votos a favor e 14 contra.

“Quero esclarecer que a votação foi menor do que a primeira, mas se deve ao fato de o presidente Renan ter antecipado a votação e muitos senadores não terem chegado”, disse Temer durante evento no Palácio do Planalto. “Por isso peço licença para fazer esse comentário, apenas para revelar que isso se deveu à ausência de senadores, e não a voto contrário.”

Temer ressaltou que essa matéria jamais foi tentada por outro governante desde a Constituição de 1988 e que seu governo está sendo marcado por “coragem”. “É preciso coragem para governar e coragem nós temos”, reforçou. O presidente afirmou ainda que a proposta visa tirar o país da recessão.

(Com Reuters e Estadão Conteúdo)

Arquivado em:Economia

Fontes: Msn

Deixe uma resposta